Avenida Paulista

No post de hoje, assinado pelo pessoal do Casas Bacanas, vamos explorar um pouco de um dos lugares mais marcantes de São Paulo: a Avenida Paulista! Localizada no limite entre as zonas Centro-Sul, Central-Oeste, é uma das regiões mais elevadas da cidade, também conhecida como Espigão da Paulista.

A avenida foi inaugurada no dia 8 de dezembro de 1891 pelo engenheiro Joaquim Eugênio de Lima e pelo então Presidente do conselho de intendências da cidade Dr. Clementino de Souza e Castro.

image

(Avenida Paulista em 1891)

Na época, a região local servia de passagem para boiadas a caminho do matadouro, por isso a avenida precisava ser plana, o que exigiu o aterro de um vale na atual Avenida 9 de Julho. A avenida Paulista tinha cerca de três quilômetros de comprimento e trinta metros de largura e era dividida em três faixas: uma para bondes, a do centro para carruagens e a outra para cavaleiros, todas ladeadas por magnólias e plátanos. O piso carroçável era coberto por pedregulhos brancos. No fim dos anos 20, seu nome foi alterado para Avenida Carlos de Campos, homenageando o ex-presidente do Estado, mas a reação da sociedade fez com que a avenida voltasse a ter o nome com o qual foi criada e que é conhecida até os dias de hoje.

A Avenida Paulista foi a primeira via pública asfaltada de São Paulo, em 1909, com material importado da Alemanha, uma novidade até na Europa e nos Estados Unidos! Até meados da década de 1950, o perfil da Avenida era estritamente residencial, já que os novos empreendimentos comerciais e de serviços da época eram levados para regiões afastadas do centro da cidade.

Durante as décadas de 60 e 70, porém, seguindo as diretrizes das novas legislações de uso e ocupação do solo e a valorização dos imóveis incentivada pela especulação imobiliária, começaram a surgir naquele local os seus agora característicos “espigões” – edifícios de escritórios com, em média, 30 andares.

image

(Avenida Paulista atualmente)

Durante esse período, a avenida passou por uma profunda reforma paisagística. Os leitos destinados aos veículos foram alargados e criaram-se os atuais calçadões, caracterizados por um desenho branco e preto formado por mosaico português. O projeto de redesenho da Paulista ficou a cargo do escritório da arquiteta-paisagista Rosa Grena Kliass, enquanto o projeto do novo mobiliário urbano da Avenida foi assinado pelo escritório Ludovico & Martino.

Hoje, a Avenida Paulista abriga diversos restaurantes, escritórios, shoppings, bares, centros culturais, além de um dos museus mais importantes de São Paulo, o Masp. Também abriga o Parque Tenente Siqueira Campos, mais conhecido por Trianon. Para quem ama a cidade, curtir a Avenida Paulista é um programa imperdível! Aproveite um domingo para andar de bicicleta por lá e passear pela feirinha de antiguidade do Masp.

image

(MASP)

->Imagens via

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa 

Curso de design de mobiliário na Escola São Paulo

A Escola São Paulo está com as inscrições abertas para um curso muito interessante para quem quer aprender ou aperfeiçoar técnicas de design de mobiliário! A partir do dia 26 de Abril, os alunos terão aulas no Atelier Marko Brajovic e terão a chance de dar forma aos seus projetos pessoais. Assim, aprenderão na prática sobre novas possibilidades criativas, tecnológicas e sustentáveis na era digital, já que todo o processo será acompanhado por profissionais do ramo, desde a concepção conceitual até a fabricação do protótipo.

image

Além de coordenador do atelier, Marko Brajovic é professor do Mamori Art Lab – outro ambiente super bacana onde serão realizadas algumas atividades. Ao longo das aulas vão rolar palestras de Guto Requena, Olivia Yassudo (Coletivo Amor de Madre) e Affonso Urcioli. E a Oppa também estará presente no curso! Nosso time de designers ajudará os alunos na revisão dos projetos e na produção dos protótipos, que será feita aqui na nossa oficina. 

Uma ótima oportunidade para quem quer seguir carreira em arquitetura de interiores e decoração, trabalhar em estúdios de design ou grandes empresas do setor, ou até mesmo ter o seu próprio estúdio!

Veja mais detalhes sobre a inscrição e programação aqui.

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

Para relaxar

Um cantinho gostoso com as melhores companhias: nada melhor, ainda mais em casa. Ter o ambiente preparado para os amigos é essencial, e cada peça na decoração tem um a papel único, já que os amigos podem vir pra jantar, pra uma looonga visita ou só dar uma passadinha mesmo.

Para receber todos os tipos de visitas, fizemos uma seleção bem bacaninha:

Amigo para jantar

image

image

Cadeiras para juntar todos em volta da mesa e fazer as refeições serem mais agradáveis! Vale misturar modelos e estilos também!

Amigo que demooora

image

image

image

Para receber as visitas que ficam mais tempo tem que ser uma alternativa super confortável. Além delas sentirem que são bem recebidas, quando vão embora querem voltar outro dia!

 Amigo que dá só uma passadinha

image

image

Mesmo para aqueles que vão na sua casa só dar um ‘oi’ tem que ter um lugarzinho pra se acomodar. Então a saída são os banquinhos e banquetas, que além de serem práticos, são multifuncionais e viram mesinhas laterais nas horas vagas!

O importante é receber com a maior alegria as pessoas queridas para relaxar no cantinho que é a sua cara ;)

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

Parece difícil, mas não é impossível realizar o sonho da casa própria

Ainda não conseguiu comprar a sua casa? Veja algumas dicas sugeridas pelo portal de imóveis VivaReal que vão deixar você animado para correr atrás do seu sonho.

Um caminho é procurar um financiamento com as melhores taxas e condições nos bancos ou na própria construtora. O principal é fazer uma simulação para ver quanto custará o imóvel e se você dará conta de pagar.

image

A gente sabe que marinheiro de primeira viagem no quesito fechar negócios precisa de mais atenção para tomar a decisão certa. Por isso, não dá para escapar do planejamento! Comece fazendo uma lista com tudo o que deve ser providenciado, mas não esqueça: tem que caber no seu bolso. Primeiro ponto, onde você quer morar: apartamento ou casa? Novo ou usado? Em que bairro? São tantas coisas que precisam ser pensadas para não se arrepender depois… Mas vale a pena!

image

image

Considere o seu momento de vida e o teu perfil quando escolher o tipo e tamanho do seu próximo imóvel. Não adianta querer ter um monte de quartos para os cinco filhos que você ainda não tem! Tente unir o útil ao agradável: o tamanho condiz com as suas necessidades atuais? O local é próximo ao seu trabalho? Como é o trânsito na região? Pense no seu dia a dia e em como esse lugar deve facilitar sua vida.

image

Fique atento com os gastos de corretagem, taxas e impostos. Ah! Lembre-se de não gastar todo o dinheiro na compra do imóvel. Ainda mais se a casa ou o apartamento for usado, pois ele pode precisar de uma reserva para reformas. E, é claro, tem que sobrar verba para investir na parte mais gostosa dessa aquisição: decorar a sua casa própria, com a sua cara! :)

Imagens: reprodução

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

Que ônibus passa aqui?

Em qual sociedade você quer viver? Perguntinha que nos faz colocar a massa cinzenta pra trabalhar. Comodismo, conformismo e passividade não são mais características da atualidade (pelo menos na teoria não deveriam ser), e é nisso que diversos grupos ativistas vêm insistido: nas mudanças que queremos, mas feitas pelas próprias mãos dos cidadãos.

Só é possível pensar em uma solução quando você vive um problema”, afirma Gabriel Gomes, um dos fundadores do coletivo Shoot The Shit. Cansados de perguntar os itinerários de ônibus nos pontos de parada do transporte público, os três fundadores do coletivo resolveram criar um projeto que melhorasse a sinalização nos pontos, mas através do engajamento da população local.

Com a pergunta “Que ônibus passa aqui?” adesivos foram espalhados pelos diversos pontos de ônibus de Porto Alegre, onde espaços em branco eram preenchidos com as informações sobre os itinerários. Isso tudo pelos próprios passageiros.

image

O projeto chamou a atenção da Empresa Pública de Transporte e Circulação- EPTC (que de início resistiu), e conseguiram a parceria. O vandalismo ainda é grande, mas o grupo estuda maneiras de combater isso. A ideia é que todos os pontos da cidade sejam sinalizados corretamente.

image

É claro que os reflexos apareceram em outras regiões brasileiras! O projeto ganhou visibilidade na internet e com a ajuda do grupo “Imagina na Copa” chegou aqui em São Paulo. Bairros como o do Limão, Pinheiros, Vila Madalena, Vila Mariana, Jardim Paulistano e Cerqueira César já receberam os adesivos. O adesivo está disponibilizado no site pra quem quiser baixar!

image

image

Criado em 2010 na capital gaúcha, o coletivo Shoot The Shit, também é responsável por outros projetos. Em um dos mais bacanas está a intervenção “Tá com pressa” feita em uma passarela muito movimentada de Porto Alegre.  Para facilitar o fluxo de pessoas (bem complicado nos horários de pico), adesivos foram colados no chão para que os apressadinhos pudessem transitar sem stress.

image

A ideia é realizar as mudanças sem precisar culpar ninguém. É claro que acreditamos que órgãos públicos devem fazer a sua parte, mas por que esperar sempre alguma atitude? Se dá pra mudar por nós mesmos, vamos em frente ;)  

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

Dia da Felicidade

Hoje é Dia da Felicidade! Sim, oficialmente, no dia 20 de março de 2013 temos a primeira data dedicada a esse tema. Isso graças à ONU que, em 2012, após um consenso de 193 membros da assembleia, inseriu mais uma data especial ao calendário internacional.

image

É muito legal ter um dia dedicado a algo que faz tão bem! Essa ideia surgiu através de um modelo estabelecido pelo reino do Butão, no Himalaia desde 1972. Lá eles possuem o FIB (Felicidade Interna Bruta) ao invés do PIB (Produto Interno Bruto) e o objetivo é ter um índice que caracterize uma sociedade que não está restrita ao crescimento econômico (no caso do PIB), mas leva em consideração as finanças e a qualidade de vida.

image

Mas felicidade é medida? Para chegar ao índice do FIB, são analisados itens como: padrão de vida, saúde, educação, resiliência ecológica, bem-estar psicológico, diversidade cultural, uso equilibrado do tempo, boa governança e vitalidade comunitária. No FIB, o centro de avaliação é o homem, e serve para verificar como o cidadão está se sentindo diante da sua própria vida. 

image

Somos super a favor desse índice, mas, enquanto o FIB não é adotado em terras tupiniquins, ficamos com a comemoração do Dia Da Felicidade mesmo!

->Imagens: projeto “As ruas falam”, Inspiration Page

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

Quente e frio na decoração, dá certo!

Como adoramos cores! As misturas resultam em ambientes únicos e que são capazes até de causar sensações.  Resolvemos então buscar referências em tons fortes e marcantes,para uma decoração inesquecível!

image

Laranja, vermelho e amarelo casam super bem, provando que os detalhes podem ser os carros chefes de uma decoração. O azul do Sofá Ibirapuera, faz uma mistura que muitos consideram bem inusitada, mas que no final das contas agrada muito aos olhos. Ou seja, tons quentes com frios podem se misturar!image

image

Permita essa mistura! Azul com vermelho podem fazer companhia um para o outro sem ser cansativo, o que vai determinar o limite entre a beleza e o excesso são os objetos, eles que contam realmente onde você está na sua decoração. Repare que mesmo as almofadas sendo multicoloridas elas não são o destaque, mas os componentes que andam junto com a escolha do estilo. 

image

E na sala de jantar pode também! O Aparador Azul ganhou um detalhe vermelho, que faz conjunto com as cadeiras laranja. Simples, não?! Lembre-se sempre do branco também, ele é um fiel aliado na hora de balancear as tonalidades.

Se você gostou dessa “miscelânea” de tons, comece aos pouquinhos, com pequenas misturas, fica muito mais fácil ;)

Imagens: Oppa e Casas Bacanas

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

Cimento queimado pra decorar

Ele não sai de moda e manda muito bem na combinação com diversos elementos! Uma opção que pode ser rústica, barata, mas também pode dar um resultado elegante. O cimento queimado está entre um dos acabamentos mais queridos nas decorações.

As aplicações variam de acordo com a parte da casa e é recomendada a ajuda de um profissional para garantir que tudo saia como o planejado.  Mas, enquanto isso,  aqui estão algumas inspirações para incorporar o cimento queimado na sua casa:

image

O projeto de Júlio Bouvier e Giles Castellan tem um estilo rústico e muito bem elaborado. Na falta de espaço a pia foi levada para fora e o cimento queimado serviu para demarcar o espaço que era necessário para abriga-la.

Quando aplicado em uma superfície bem lisa e, em especial nas paredes, o cimento queimado dá a impressão de pintura. A diferença é que ele dura cerca de 10 anos!

O cimento queimado pode dar um visual industrial quando combinado com cores frias.  Esse tipo de acabamento aplicado no chão não é indicado para banheiros ou áreas externas, porque fica muito liso, mas é ideal para escritórios, quartos e salas.

Aqui a neutralidade do cinza ganha contraste com os tons coloridos.  A bancada feita em alvenaria recebeu cimento queimado fazendo uma delimitação de espaço super interessante. 

Além de ser uma opção econômica, o cimento queimado também é uma alternativa prática, já que para limpar não é preciso muito esforço. E aí, qual vai ser a sua escolha: chão, parede ou móvel? Já dá pra começar a pensar qual canto da casa vai ganhar esse acabamento, hein?!

Imagens via Pinterest.

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

Casa Bacana, por Felipe Hess

O arquiteto Felipe Hess escreveu esse post para o blog do Casas Bacanas, mas nós gostamos tanto que resolvemos compartilhar com vocês! Olha só:

"Acho que a ideia de uma “casa bacana” vai mudando ao longo da nossa vida.

Minha primeira memória de casa bacana era a casa da minha avó na rua Guadalupe, no Jardim Europa.  Lembro bem de um pátio interno para onde os quartos se abriam, corredores longos e escuros, uma grande sala para festas (que eu nunca vi sendo usada) e uma sala de chá. Essa casa era bacana!

Nesse mesmo período, novas casas bacanas foram surgindo na minha vida. As casas de Lego que eu construía no meu quarto eram sempre bacanas, pelo menos eu achava. Isso com certeza ajudou e influenciou muito a minha escolha por arquitetura.

Outra casa bacana foi a que tentei conceber junto com meu caseiro na casa de praia da minha família. Não tive um grande sucesso e não era tão bacana quanto as casas nas árvores que eu via em filmes, mas era minha, eu subia e passava um bom tempo lá observando a rua, tentando construir alguma engenhoca para aperfeiçoa-la. Não durou muito, mas era bacana!

Já no período de faculdade aprendi que as casas bacanas eram as projetadas pelos grandes medalhões na nossa arquitetura. A Casa de Vidro da Lina Bo Bardi com certeza é uma das casas mais bacanas que já visitei. Tem um ar de mistério. A casa estúdio do arquiteto Luís Barragan, na Cidade do México é uma das que mais mexe comigo. Já estive lá três vezes e nunca acho que foi o suficiente. A casa Bola de Eduardo Longo é bacanérrima! Tenho uma lembrança tê-la visitado quando era muito criança e recentemente tive o prazer de voltar lá e passar um tempo com o próprio Eduardo me explicando ela toda. Essa tarde foi bacana!

Quando trabalhei com Isay Weinfeld, aprendi que casa bacana é aquela que tem a cara do cliente, com tudo que ele pediu e ainda trazendo alguma surpresa a mais.

Hoje, à frente do meu próprio escritório, quero acreditar que casas bacanas são as que venho projetando. Tenho certeza que cheguei num resultado bacana quando vejo o sorriso e a satisfação dos meus clientes.

Mas, acima de tudo, num país tão desigual como o nosso, bacana mesmo é ter uma casa para morar com dignidade.”


E para você, o que é uma casa bacana?

->Fotos: projetos de Felipe Hess

Personalidades que inspiram ambientes - parte 2

Algumas semanas atrás, falamos um pouco sobre os ambientes do Espaço Oppa que foram inspirados na Carol e no Jorge.

Hoje, é a vez de conhecer a cozinha do Bruno Aleixo e as salas de jantar e estar do Fabio Mec.

Bruno Aleixo, publicitário

Apesar de ser publicitário, Bruno adora cozinhar! Para ele, a casa dos sonhos precisaria ser bem arborizada, mas com uma ótima cozinha para fazer grandes almoços para os amigos. Assim sendo, pensamos em uma cozinha toda em preto e branco, mas com toques de amarelo para que ele possa acomodar todo mundo da turma.

Fabio Mec, bartender

Fabio Mec é gerente de um bar super bacana que fica na região do Baixo Augusta, mas, mesmo vivendo “na noite”, ele adora ficar em casa! Sua casa ideal precisa de bastante espaço para receber os amigos e, ao mesmo tempo, deve ser aconchegante para ele relaxar depois do trabalho.

Suas referências são totalmente urbanas, por isso suas salas refletem essas influências de street art e do skate, especialmente. Pensamos em uma sala com um mini bar e cadeiras Uma pretas, pronta para receber amigos para o jantar. Para os momentos de relax, o sofá Arena roxo com muitas almofadas e vários quadros com imagens urbanas.

Quer vir conhecer de perto o espaço de cada um deles? É só vir fazer uma visitinha no Espaço Oppa, aqui na vila Madalena. Estamos te esperando: Rua Aspicuelta, 153 ;)

Oppa Inspirando projetos - Vapor Burger

“Queremos tornar a sua casa um ambiente muito melhor!”, que esse é o lema da Oppa todo mundo já sabe de cor e salteado, né?! Mas, agora, o papo é outro: tem Oppa em projetos comerciais!

image

Recebemos da Leticia Tomisawa e Phaënna de Athayde, da Amarelo Arquitetura, um projeto super interessante, da hamburgueria Vapor Burger. A decoração é composta por vários elementos com estilo industrial, como a parede de tijolinhos de demolição que são o destaque do projeto (logo logo um post sobre isso!), os canos aparentes e as lâmpadas penduradas.

image

image

Para completar esse clima todo moderno a Amarelo usou as nossas Cadeiras UMA pretas, que casaram super bem com a proposta da decoração. Phaënna conta que foi de cara a primeira opção e que os clientes do restaurante amaram!

Para quem quiser conhecer de pertinho o projeto e ainda fazer uma ótima refeição, o Vapor Burger & Beer fica na Vila Madalena na rua Fradique Coutinho, 1464. Nós já tínhamos passado por lá e registramos o momento:

image

E, se você tem algum projeto com a Oppa e quer mostrar pra gente, sinta-se a vontade e mande para contato@oppa.com.br. Vamos adorar mostrar por aqui!

Fotos por Fernando Stankuns

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

#oppalaemcasa com cadeiras coloridas

Hoje, nossa dica de decoração é mega simples: misture! Misture cores, modelos e estilos. Faça da sua decoração um ambiente eclético e mais gostoso de viver…

Vemos constantemente por aí vários posts que incentivam o uso de cadeiras diferentes e nós adoramos essa ideia! Recentemente temos recebido um monte de imagens que mostram como é possível fazer isso de acordo com o gosto e estilo de cada um. O “movimento” #opplaemcasa, no Instagram, tem nos mostrado muitas decorações onde misturar é mais que permitido, é o charme do ambiente! Separamos algumas imagens bem bacanas para inspira-los: 

image

O Tampo de vidro foi uma ideia bem inteligente da @vanessaruas! Assim, todas as cores são vistas! Recebemos via Instagram.

image

Seguindo a linha das misturas de tons, a @renatasmartins expandiu o seu gosto também para o sofá, poltrona e bancos!

image

Essa recebemos da Ana Maria Benitez  via e-mail. Ela ficou tão encantada com a combinação que fez que mandou pra gente ver.

 image

Aqui  até parece que foi combinado, mas não, os gostos coincidiram: a mistura do vermelho com o cinza da @beamischiatti e do @rodrigoabrandao ficou fantástica!

Repararam que a cadeira Uma é a preferida do pessoal na hora de misturar as cores? Escolha a sua aqui e faça a sua própria combinação!

E, se você tem Oppa na decoração, mostra pra gente!  É só colocar a hashtag #oppalaemcasa no Instagram ou mandar para depoimentos@oppa.com.br. Nossa fan page está recheada de decorações feitas por vocês  e, se a gente perceber mais alguma tendência da vida real, reunimos as imagens e colocamos aqui também! ;)

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

Inaugurado Museu de Arte no Rio

Na semana passada, durante seu aniversário de 448 anos, o Rio de Janeiro ganhou um presente maravilhoso. Desde o dia 1° de março, estão abertas as portas do Mar – Museu de Arte do Rio, um gigantesco espaço cultural que recebeu, só na sua abertura oficial, mais de três mil pessoas!

O projeto todo é composto por dois prédios: um é o museu de quatro andares com quatro salas para exposição e, no outro, funcionará a Escola do Olhar, um ambiente destinado à produção artística com foco na formação de professores da rede pública de ensino.

image

Com estilos diferentes entre si, o Palacete Dom João VI, tombado e eclético, e o edifício vizinho, de estilo modernista, passaram por uma restauração super cuidadosa. A ligação entre os prédios é feita pela cobertura e essa “manobra” dos arquitetos faz com que as exposições sejam vistas de cima para baixo. Aliás, quem passa por essa cobertura se impressiona com a vista sensacional da Cidade Maravilhosa.

Alunos e funcionários da rede pública não pagam e, às terças, a entrada é gratuita para o público em geral. O melhor de tudo? O MAR inaugura com quatros exposições simultâneas: Rio de Imagens: uma paisagem em construção;O colecionador: arte brasileira e internacional na coleção Boghici; Vontade construtiva na Coleção Fadel; e O abrigo e o terreno – Arte de sociedade no Brasil.

O museu está localizado na Praça Mauá e para saber mais é só acessar: www.museumar.com

Imagem: Divulgação

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

Dia internacional da mulher na oppa

Hoje é um dia super especial, dedicado a elas que deixam o nosso dia-a-dia mais lindo de viver. Sim, nós achamos que todos os dias são das mulheres e que elas merecem tudo e mais um pouco. MAS, já que o dia 8 de Março é dedicado a elas, preparamos um especial muito bacana com 3 mulheres bem interessantes.

Flavia Miranda, Lucila Turqueto e Ana Strumpf escolheram as peças que mais gostam na Oppa para inspirar esse dia tão bonito! 

 image

Designer e decoradora, a Ana apostou na mistura de estilos com peças que formam uma decoração urbana, mas com um toque vintage. A cara de Nova Iorque, onde ela mora atualmente.

Foto Ana Strumpf: Jacob Smavely

image

A Flávia, gerente de branding da FARM não abriu mão das estampas lindíssimas da Linha FARMs2Oppa e se esbaldou na escolha das cores. Uma seleção multicolorida e descontraída que tem toda ginga da mulher carioca.

image

Comandando o Blog Casa de Valentina, Lucila é autoridade no quesito bom gosto! Para a seleção dela, peças com linhas mais retas compõem um visual clean, chique e contemporâneo.

Agora que você já conferiu a seleção dessas ‘super mulheres’, corre lá no site fazer a sua também! ;)

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa  

entrevista com Rodrigo silveira

Aos 12 anos ele já desenhava mesas “só de brincadeira” para as amigas da mãe. Mal sabem elas o privilégio que tiveram em adquirir, em primeiríssima mão, peças desenhadas pelo (ainda) jovem designer. Filho de uma artista plástica, Rodrigo Silveira sempre respirou arte e foi daí que vieram suas primeiras influências.

Já adulto, tornou-se diretor de arte em uma revista, mas, como sempre desenhou, fazia projetos de móveis e mandava fazer. Acontece que queria fazer coisas que os marceneiros diziam ser impossível, mas ele desconfiava que aquilo era pura preguiça. Hoje, sabe muito bem o que pode extrair de cada pedaço de madeira que cai em suas mãos.

Mas a transição de diretor de arte para designer de móveis não foi tão simples assim. Com o intuito de melhorar seu inglês, Rodrigo partiu para Sydney e acabou tendo um ano sabático! Chegou até a trabalhar como sorveteiro e morar dentro de um carro enquanto viajava pela costa australiana. Aliás, durante suas viagens pela Ásia, conheceu diversos artesãos que trabalhavam com madeira e ficou com mais vontade ainda de aprender sobre a matéria prima. Na volta ao Brasil procurou um curso para se especializar e começou a perceber que poderia viver dessa paixão.

Seu trabalho é artesanal e braçal, já que faz questão de estudar cada detalhe da matéria prima que tanto admira. Elabora desenhos complexos e vive experimentando novos encaixes em suas peças, mas não curte muito essa história de “design para poucos”, por isso, adorou a ideia de ter sua Cadeira Leve produzida pela Oppa.

image

Pelo menos uma vez na semana, acorda às 3h da manhã e vai com a esposa e alguns amigos para o Guarujá. Pega onda até umas 8h e volta para, às 10h, já estar trabalhando. Garante que mesmo ficando quebrado o resto do dia, a viagem vale a pena. Mesmo adorando viajar, admite que seu programa favorito no momento é ficar em casa. Seu apartamento fica em um prédio de Rino Levi que foi construído em 1936 e ganhou sua primeira reforma nas mãos do designer: “Acabamos de mudar, ficamos 7 meses reformando, então o que a gente mais faz no momento é curtir a casa! Cozinhamos, cuidamos das plantas… Ainda nem tenho um canto favorito, gosto de tudo!”. Nós também adoramos, Rodrigo!

image

(Quadro feito pela esposa dele, a Bel)

image

image

 Para ver mais da casa do Rodrigo e conhecer as referências e inspirações dele, confira o nosso álbum no Pinterest!

Fotos por Will Mazzola

 

Oppa Facebook | Oppa Twitter | Oppa Google Plus | Oppa